Protestos no restaurante da UnB

Alunos da Universidade de Brasília realizam nesta quinta-feira (7/2), protesto contra as refeições servidas no Restaurante Universitário (RU). Eles pretender comer sem pagar. Os estudantes reclamam que muitos passaram mal após ingerirem alimentos servidos por uma empresa contratada emergencialmente pela Universidade em janeiro.


“Os alunos não devem pagar, pois na semana passada muitos passaram mal. A carne estava estragada. Queremos que a reitoria se mobilize, faça alguma coisa. Não vale a pena pagar por essa comida”, disse o estudante Felipe Augusto Xavier, 28 anos, aluno do curso de Serviço Social.

O serviço do RU foi retomado no último dia 14, após um mês e meio fechado devido a problemas nas câmaras frias. Outro motivo da suspensão do funcionamento do restaurante era o mau cheiro causado por vazamentos. O contrato emergencial foi assinado para que a empresa prepararasse e transportasse os alimentos ao restaurante, exceto aqueles que necessitam de refrigeração, como presunto e queijo. O contrato tem validade de seis meses.


Fonte: Correio Braziliense

Sites e Blogs

Deixe um comentário