Programa “Asfalto Novo” vai recuperar mais 1,7 mil km de vias no DF

O Governo do Distrito Federal lançou hoje, em Ceilândia, a segunda etapa do programa “Asfalto Novo”, que deverá recuperar, até dezembro de 2014, aproximadamente 1,7 mil km das principais vias das regiões administrativas.

O investimento nesta fase é de R$283,2 milhões. O governador Agnelo Queiroz também autorizou, na ocasião, a licitação da terceira etapa do programa. As obras serão noturnas para evitar transtornos.

“Não é uma operação tapa-buraco, é uma mudança radical no tratamento da malha viária. Vamos trabalhar de noite para evitar transtornos, já que vamos intervir nas principais vias”, afirmou Agnelo, acompanhado do vice-governador Tadeu Filippelli.

A terceira etapa consistirá em um investimento de mais de R$300 milhões para recuperar aproximadamente 3,4 mil km de avenidas coletoras e marginais de todas as cidades.

No total, o programa investirá, até o final de 2014, cerca de R$737,2 milhões para revitalizar quase 6 mil km dos 11,7 mil km da malha do DF.

PROGRAMA – Lançado em junho, o “Asfalto Novo” integra os Projetos Estruturantes do DF, coordenados pela Casa Civil em parceria com a Secretaria de Obras e Novacap.

Um mapeamento indicou a condição dos pavimentos, classificados por tipo, severidade e extensão dos defeitos.

O objetivo é recuperar mais de 50% da malha viária do DF, com intervenções que variam de manutenção preventiva à reconstrução total, conforme as condições de cada trecho, além de reduzir gastos com operações tapa-buracos.

“O planejamento durou dois anos, fizemos 80mil entrevistas. A prioridade são as vias de maior tráfego”, explicou o diretor de Urbanização da Novacap, Erinaldo Pereira Sales.

A malha viária do DF ficará nova, já que serão recuperados trechos danificados, desde a base do pavimento, e aplicada cobertura com microrrevestimento. Previsão é que o programa seja integralmente executado até o 2º semestre de 2014.

A primeira etapa ficou concentrada na L2, W4 e W5 Norte e Sul, Eixo Monumental e Parque da Cidade, e deverá terminar em dezembro de 2013 – um investimento de R$154 milhões.

Foram realizados recapeamento, manutenção preventiva, instalação de meios-fios, sistema de captação e sinalização em 720km de vias.

Fonte:

One Response

  1. Em relação ao asfalto novo do GDF a W5 Sul continua na mesma, sem renovação, com um asfalto costela de vaca intenso, lamentável. Nada de obras ali. O GDF deveria aproveitar o período das férias escolares para fazer o serviço.

Deixe um comentário