Professora paquistanesa é morta em região tribal

Uma professora de uma escola pública para meninas no noroeste do Paquistão foi morta nesta terça-feira por homens armados em uma região tribal na fronteira com o Afeganistão, um caso que lembra o da jovem ativistas dos direitos das mulheres Malala, indicaram fontes do governo local.
Shahnaz Nazli, de 41 anos, foi morta quando ia para a escola local de Shahkas, perto da cidade de Jamrud, no distrito tribal de Khyber, por homens armados que circulavam de moto e que fugiram logo após o ataque, relatou à AFP Asmatullah Wazir, membro do governo.
Um funcionário da administração escolar, Mohammad Jadoon Khan, confirmou a morte da professora.
O assassinato ainda não foi reivindicado, mas pode ter sido cometido pelos insurgentes do Talibã que se opõem à educação das meninas no noroeste do Paquistão.
Fonte: France Press
Sites e Blogs

Deixe um comentário