Presidente do Banco do Chipre renuncia

O presidente do Banco do Chipre, Andreas Artemis, renunciou após o acordo de resgate fechado no fim de semana com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, que afeta o maior banco do país, segundo a mídia estatal cipriota. Artemis já entregou o pedido de renúncia, que será submetido ainda hoje à diretoria do banco, informou a Cyprus News Agency

Após retornar de difíceis negociações em Bruxelas, o presidente cipriota, Nicos Anastasiades, afirmou na noite de segunda-feira (25) que o plano de resgate de 10 bilhões de euros é “doloroso”, mas essencial para evitar um colapso financeiro. Os bancos no Chipre continuarão fechados até quinta-feira, e mesmo então estarão sujeitos a controles de capital para evitar saques em massa, depois de um resgate da União Europeia (UE) que o presidente do país garantiu ser o melhor para o interesse do povo.

Fonte: Estadão
Sites e Blogs

Deixe um comentário