Política de ciclos na rede pública de ensino

O imbróglio que envolve a implementação da política educacional de ciclos e semestralidade na educação básica de ensino da rede pública ganhou novo capítulo. Após análise da proposta da Secretaria de Educação (SEDF) realizada pela Câmara de Educação Básica do Conselho de Educação do DF (CEDF), sete dos dez conselheiros reprovaram a instalação do sistema que extingue a seriação convencional a partir do dia 14 de fevereiro. A decisão foi considerada unânime, pois três conselheiros não puderam participar, já que fazem parte da cota de servidores da SEDF.
Mesmo com parecer contrário do conselho, o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa, garante que a alteração estará mantida a partir do primeiro dia de aula do ano letivo.
Os conselheiros reprovaram a implementação da nova política educacional por considerar que a proposta foi decidida de forma unilateral, e sem uma discussão com os segmentos que constituem a educação básica.
Fonte: Jornal de Brasília
Sites e Blogs

Deixe um comentário