Polícia apreende R$ 240 mil em drogas

A Polícia Civil do DF apreendeu hoje 3kg de cocaína “escama de peixe” – tipo mais refinado da droga- estimado em até R$ 240 mil, ação que resultou na prisão de um tenente do Corpo de Bombeiros, de 44 anos, acusado de traficar o entorpecente entre estados brasileiros.

“Estávamos investigando os passos do bombeiro e percebemos que ele não era marinheiro de primeira viagem. Ele já tinha passagem no Paraná por descaminho (contrabando de mercadorias) e, a princípio, acreditamos que ele age sozinho”, explicou o diretor da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord), Luiz Alexandre Gratão.

A prisão ocorreu na BR-060, próximo a Alexânia (GO), e os agentes encontraram a droga em um fundo falso próximo ao tanque de combustível do veículo, que foi adquirido há três semanas em Campo Grande (MS), segundo a polícia, para ajudar no tráfico.

“No momento da abordagem verificamos, com muito cuidado, todas as partes do carro porque estávamos acompanhando o suspeito há alguns dias e sabíamos que ele ia esconder muito bem a droga, ia fazer algo bem elaborado”, completou o delegado.

Em busca realizada na casa do acusado, em Ceilândia, a polícia encontrou uma arma de fogo e munições calibre .38 e .40 -de uso restrito – e uma balança de precisão.

Diante do fato, o chefe do Centro de Comunicação Social, do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Mauro Sérgio, informou que a corporação abrirá, com urgência, um processo administrativo para apurar os fatos.

“Esse processo vai ocorrer de forma paralela à esfera criminal, onde ele também terá todo o direito de defesa. Essa é uma atitude que não compactua com a grandeza da corporação, que tem credibilidade altíssima perante a população, e por isso analisaremos se ele deve ou não permanecer em nossas fileiras”, destacou.

O militar tem 24 anos de profissão e responderá pelos crimes de tráfico interestadual de drogas, além de porte ilegal de arma de fogo, que podem totalizar até 20 anos de reclusão.

Deixe um comentário