Político islamita é condenado

Abdul Quader Molla, de 64 anos, é o quarto principal dirigente do partido Jamaat-e-Islami

Abdul Quader Molla, de 64 anos, é o quarto principal dirigente do partido Jamaat-e-Islami (Reuters)
Um tribunal de Bangladesh condenou nesta terça-feira um líder político da oposição islamita à prisão perpétua por homicídio em massa e crimes de guerra contra a humanidade. Os crimes foram cometidos durante a guerra de independência contra o Paquistão, em 1971.
Abdul Quader Molla, de 64 anos, o quarto principal dirigente do partido Jamaat-e-Islami, é o primeiro político condenado pelo Tribunal Internacional de Crimes, uma questionada corte local com sede em Dacca. Molla gritou “Allahu Akbar” (“Deus é grande”) e afirmou que todas as acusações são falsas, após o veredicto pronunciado pelo juiz Obaidul Hassan.
O julgamento provocou protestos de apoiadores de Molla, que acusam o governo de buscar uma vingança política.
Fonte: France Press
Sites e Blogs

Deixe um comentário