Pipoca X gasolina

“O governo não vai estatizar o preço da pipoca. Até porque, se nós pudéssemos estatizar algum preço no DF, seria o da gasolina. Este sim, um produto de que todo mundo depende”. Assim reagiu o deputado Chico Vigilante (PT), terça-feira (28), sobre a polêmica em torno da destinação da renda do jogo Flamengo X Santos, na inauguração do novo estádio Mané Garrincha, no domingo (26).

Taxa mínima, renda recorde  

Líder do bloco PT/PRB na Câmara Legislativa, Vigilante procurava isentar o GDF de culpa na denúncia de que os promotores do evento pagaram uma taxa de apenas R$ 4 mil para utilizar a nova arena. E arrecadaram R$ 6,9 milhões, recorde do futebol brasileiro.

Monteiro não convence

Na quarta-feira (29), o secretário extraordinário da Copa no DF, Cláudio Monteiro (foto), foi prestar esclarecimentos aos distritais, mas não convenceu a oposição. As deputadas Celina Leão e Eliana Pedrosa, ambas do PSD, vão cobrar do GDF mais explicações sobre o destino do dinheiro. “Ele não disse nada que justifique tudo o que vimos pós-jogo”, avaliou Eliana Pedrosa

Deixe um comentário