Pelaí 77ª edição

ELEIÇÕES DO ENTORNO 1 – PT DEVE FAZER PREFEITA EM VALPARAÍSO DE GOIÁS
A candidata do Partido dos Trabalhadores à prefeitura de Valparaíso de Goiás, professora Lucimar, deverá vencer as eleições naquele município goiano. A vantagem da petista sobre a candidata à reeleição Leda Borges (PSDB) chegou a 13%. Isso significa, caso Lucimar vença o pleito, que o PT começa a cravar no Entorno de Brasília sua força para as eleições majoritárias de 2014.

ELEIÇÕES DO ENTORNO 2 – HILDO DO CANDANGO PODE DESBANCAR GERALDO MESSIAS EM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
O candidato à prefeitura de Águas Lindas de Goiás, deputado estadual Hildo do Candango (PTB), pode desbancar neste domingo (07/10) o atual candidato à reeleição Geraldo Messias (PP). “Tudo caminha para a vitória do Hildo. Temos tido surpresas boas nestes últimos dias de campanha”, declara Jonas Lessa, suplente na Câmara Distrital.

ELEIÇÕES DO ENTORNO 3 – BEM NETO (PSB) PODE SURPREENDER EM SANTO ANTÔNIO DO DESCOBERTO

Candidato à prefeitura de Santo Antônio do Descoberto (GO), Bem Neto (PSB), pode ter sua campanha definida nestes últimos dias. Embalado pelos recentes apoios de última hora, o socialista deposita grande esperança para o próximo dia 07 de outubro.

ELEIÇÕES DO ENTORNO 4 – LULA(PT) PODE SER ELEITO NA CIDADE OCIDENTAL (GO)
Apoiado pelo atual prefeito Alex Batista (PR), o candidato à prefeitura da Cidade Ocidental, a cerca de 30km da capital federal, conhecido como Lula (PT), deverá se consagrar vencedor no pleito do próximo domingo (07/10). A afirmação é do repórter fotográfico, Oswaldo Reis. Nesse quesito ele é Pé Quente!

ÁGUAS CLARAS E SEU ABANDONO
A Região Administrativa de número XX, Águas Claras, desde o início do governo Agnelo Queiroz (PT) sofre com as mudanças repentinas de seus administradores. O troca-troca de gestores inibe a continuidade das ações planejadas em curto espaço de tempo. Além disso, o fato de o chefe de gabinete assumir interinamente o comando da RA acaba trazendo mais transtornos para a comunidade. Em 21 meses de governo Agnelo, Águas Claras já teve três administradores. Todos, sem exceção, deixaram suas cadeiras por problemas de gestão. E, nestas ocasiões, os chefes de gabinetes acabaram ocupando o espaço vago interinamente. Somente Rubem Fonseca, foi confirmado no cargo. No entanto, depois de três meses foi exonerado por suposto assédio moral a uma funcionária da RA. No mês passado, o ex-administrador Manoel Carneiro foi exonerado pelo governador, por desviar R$ 1 milhão de recursos públicos para confecção de gibis. Atualmente seu ex-chefe de gabinete ocupa a cadeira deixada por Carneiro. E assim vai vivendo Águas Claras!

Deixe um comentário