“Ouvidoria Ativa na Rede Cegonha”

A Secretaria de Saúde lança hoje (25) o projeto “Ouvidoria Ativa na Rede Cegonha”, serviço que tem como objetivo coletar a opinião sobre os serviços que a rede pública oferece para gestantes e mães que estejam na fase pós-parto. A expectativa é que sejam contatadas mais de 2 mil mulheres.

“Queremos ouvir a mulher, saber qual o olhar, qual o sentimento dela sobre o atendimento que lhe foi disponibilizado nas unidades de saúde do DF. Nosso propósito é identificar os pontos frágeis na perspectiva da gestante, desde o pré-natal, entrada na maternidade, até a alta hospitalar”, afirmou a ouvidora-geral da secretaria, Francis de Roure.

A partir de amanhã, os servidores da Ouvidoria Geral entrarão em contato por telefone com as mães que estejam no período entre 15 e 20 dias após o nascimento do bebê, ou seja, na fase conhecida como “puerpério”. Há uma semana, é distribuído nas maternidades das regionais um cartão em homenagem a essas mães para que sejam informadas sobre o contato.

“Essa sensibilização inicial é para que não sejam surpreendidas com a ligação e se sintam à vontade para se expressar, não sendo de caráter obrigatório. Faremos um rol de perguntas, a fim de saber suas considerações sobre os serviços oferecidos pela SES/DF durante o período da gestação, parto e até a alta hospitalar”, explicou Francis.

Durante o mês de novembro, a Ouvidoria pretende desenvolver o inquérito com as mulheres e, em dezembro, apresentar o relatório com as informações coletadas nos eixos: pré-natal, acolhimento, estrutura física e a relação do servidor com a puérpera. Além da Ouvidoria Geral da SES/DF e das Ouvidorias Regionais, o projeto está integrado a outras áreas da secretaria.

Fonte:

Deixe um comentário