Neymar acusa técnico do Ituano de racismo

Aos 25 minutos do primeiro tempo, Neymar discutiu com o técnico do Ituano por causa de uma falta não marcada. A transmissão da TV captou o questionamento de Neymar. “Você me chamou de macaco?”, disse para Fonseca.
Inconformado, ele levou a discussão para o quarto árbitro, Paulo Estevão Alves da Silva. “Ele me chamou de macaco.” E reforçou a reclamação quando o árbitro Leonardo Ferreira Lima se aproximou. No intervalo, o camisa 11 do Santos desconversou. “Não entendi (o que ele falou). Tanto que voltei pra perguntar se ele tinha falado isso.”
O técnico Roberto Fonseca negou a acusação de racismo. “Eu falei pra ele ‘cai-cai’. Toda hora que ele cai, o árbitro marca. A não ser que ele agora vai fazer até adivinhação e interpretação”, defendeu-se.
Fonte: Estadão
Sites e Blogs

Deixe um comentário