MTST faz protesto em São Bernardo do Campo

Cerca de 250 manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), segundo a Guarda Municipal, fazem um protesto, na manhã de hoje (18), em São Bernardo do Campo (SBC), na Grande São Paulo. Eles são contrários ao aumento da tarifa de transporte público. O ato começou por volta das 7h, com bloqueio no km 23 da Via Anchieta, que foi liberada por volta das 9h. Em seguida, eles seguiram para a sede do governo municipal, onde permanecem até o momento.

O movimento estima o público em 700 pessoas. “Estamos aqui em solidariedade ao Movimento Passe Livre. Nossa ideia é somar com o que está acontecendo em São Paulo. Somos a favor da tarifa zero. Saúde e educação são públicos, o transporte também deve ser”, disse Ana Paula Ribeiro, coordenadora estadual do movimento.

Em São Bernardo do Campo, a tarifa foi reajustada em janeiro deste ano, passando de R$ 2,90 para R$ 3,30. Após medida provisória do governo, houve redução de R$ 0,10, e a passagem baixou para R$ 3,20, no dia 15 de junho.

Além de São Bernardo do Campo, o movimento faz mais dois atos na manhã de hoje. Na Avenida M’Boi Mirim, no extremo da zona sul de São Paulo, e na Rodovia Régis Bittencourt, em Taboão da Serra. O batalhão de choque da Guarda Civil Metropolitana faz um cerco na portaria do Paço Municipal de SBC, mas não foi registrado nenhum incidente até o momento.

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

Fonte:

Deixe um comentário