Morangos são furtados em plantação no DF na véspera da colheita

Uma plantação de morango do Distrito Federal suficiente para encher cem caixas da fruta foi furtada na madrugada da última sexta-feira (8). Os produtores suspeitam que duas pessoas tenham levado os morangos dos mais de 10 mil pés, na área rural de Brazlândia. Eles estimam prejuízo de R$ 1,2 mil  – que se soma às dificuldades para cultivar a fruta neste ano, por causa do frio.

morango-foto-incaper-es
Foto: divulgação

O caseiro da fazenda, que não quis ser identificado, afirmou ter levado um susto quando viu os canteiros vazios. “Acordei cedo, como faço de costume pra colher o morango, e quando cheguei na roça não tinha nada. Eu peguei, liguei pro meu patrão e avisei ele”, disse. “A gente fica com medo. A gente não sabe a pessoa que veio apanhar o morango.”

Marcas no chão levam o dono do sítio a crer que os responsáveis pelo furto estavam em uma moto. As imagens dos rastros vão ser analisadas pela polícia. São pés grandes de tênis, outro descalço, e a marca de uma moto perto da porteira do sítio.

A fim de evitar outras situações do tipo, a saída do dono do sítio vai ser aumentar a segurança do local. “O morango, a plantação, são três meses para começar a colher. Então a gente fica frustrado porque são três meses vendo a planta crescer, esperando a colheita. O investimento é alto e quando ela começa a dar alguém vem e te rouba? A gente fica assim muito chateado”, lamentou o produtor.

Para os agricultores, o inverno deste ano foi mais frio e atrapalhou a produção de morango. Em um período em que deveriam ser feitas três colheitas por semana, houve plantações no DF de onde não saiu nenhuma fruta por mais de um mês.

Brazlândia é a sétima maior produtora de morango no país, segundo dados da Emater. São mais de 6 mil toneladas produzidas anualmente, em um negócio que movimenta R$ 30 milhões. Existe até uma festa na região para celebrar a colheita.

Entre os principais benefícios do consumo da fruta para o organismo estão o auxílio no sistema digestivo, fortalecimento do sistema imunológico, ação anti-inflamatória e melhora na cicatrização.

 


Projeto Cão-Guia abre as portas no DF: veja como funciona o treinamento

Esperança renovada a cada edital

Inscritos no vestibular da UnB podem ver nota e alterar curso nesta sexta

Fonte:

Deixe um comentário