Modelo de integração muda

O sistema de transporte integrado, aplicado somente no centro de Taguatinga, será substituído por um novo modelo -em que o usuário poderá subir no ônibus, em qualquer ponto- no sábado (13), quando entram em operação 66 novos coletivos que ligarão o Recanto das Emas a Taguatinga e Ceilândia.

“Não podemos manter a integração do sistema velho à medida que colocamos ônibus novos. Vimos que não tinha sentido deixar nesse formato porque é inviável ter dois sistemas de integração paralelos”, explicou hoje o diretor-geral do DFTrans, Marco Antônio Campanella.

O atual sistema, em que os passageiros fazem a troca de veículo para o Plano Piloto, no centro de Taguatinga, será desativado por completo até o dia 20 de julho.

Com a mudança, as seis linhas que operavam, antes da integração, no cento de Taguatinga voltarão a circular no corredor exclusivo da EPTG.

Segundo Campanella, o novo modelo beneficiará 40 mil pessoas por dia e possibilitará ao usuário utilizar várias linhas de ônibus com uma única tarifa, em um mesmo sentido, num período de duas horas.

“Toda a frota nova já entra em operação de forma integrada com os ônibus novos, a TCB e o Metrô. Assim, os passageiros poderão utilizar as linhas que se cruzam 24 horas por dia”, acrescentou.

A previsão do DFTrans é que em dezembro, quando a frota de ônibus do Distrito Federal estará totalmente renovada, todos os ônibus estejam integrados entre si.

O novo sistema de integração valerá apenas para as pessoas que possuam os cartões do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA).

Fonte:

Deixe um comentário