Moda para todos os tamanhos

Os ex-agentes da Ford Models Gary Dakin e Jaclyn Sarka acabam de criar a agência JAG. “Somos a primeira agência em Nova Iorque dedicada exclusivamente a mulheres de todos os tamanhos. O objetivo é colocar todo tipo de meninas nas capas de revistas e campanhas”, explica Dakin, antecipando que isto será só o começo.

O mundo da moda plus size sempre teve dificuldade em se firmar. Apesar de as modelos não serem necessariamente vistas como gordinhas pelo público, houve resistência em se criar variados modelos de roupas para um novo padrão.

Quando a agência Ford abriu uma divisão plus size, em 1998, e foi estrelada pela modelo Emme, as modelos de tamanho avantajado recebiam mal e não gostavam das roupas que pouco valorizavam sua beleza. Sob a direção de Dakin, as coisas mudaram.

Com a aquisição da modelo Cristal, conhecida das passarelas e editorias de Paris, junto às modelos Tara Lynn e Candice Huffine, houve, enfim, a possibilidade de se criar alta costura no mundo plus size.

Recentemente, a Ford voltou aos padrões e decidiu se concentrar em projetos para homens e mulheres dentro dos padrões. “Perdemos o espaço. Por isso, criamos uma nova marca. O tamanho médio das meninas que nos representam é o 44/48, mas se nos encantarmos com uma de tamanho 36 também vamos levá-la. Não vamos nos limitar, porque a moda não deve ter limites”, afirma Dakin .

JAG está começando com uma lista exclusiva de cerca de 30 modelos, incluindo Jennie Runk, Kaela Humphries, Kamie Crawford, Mckenzie Raley e Myla Dalbesio. Vamos torcer para que mais agências comecem a seguir o exemplo e acabem com a categorização. Moda é expressão, sem restrição de tamanhos.

Por Nathália Paccely

Fonte:

Deixe um comentário