Michel Temer deve passar por cateterismo

O presidente Michel Temer tem uma obstrução parcial numa artéria coronária e vai precisar de se submeter a um cateterismo – procedimento cirúrgico menos invasivo do que uma cirurgia tradicional – para desobstruir o local. A informação foi avançada esta quarta-feira pela TV Globo, mas desmentida pelo Palácio do Planalto, sede da presidência brasileira.

De acordo com a informação divulgada pela Globo, exames recentemente realizados por Temer revelaram a obstrução. Ainda de acordo com a emissora, o presidente chegou a pensar realizar o cateterismo na passada sexta-feira, dia 6, mas desistiu face à crise política que o país vive.

Temer, que enfrenta no parlamento uma denúncia da Procuradoria-Geral da República e um pedido do Supremo Tribunal Federal para o levar a julgamento por formação de organização criminosa e obstrução de justiça, preferiu adiar o procedimento cirúrgico para se empenhar pessoalmente nas articulações para travar a questão na Câmara dos Deputados. Se nada de inesperado acontecer, afirma ainda a TV Globo, o presidente deve submeter-se à desobstrução da artéria depois da votação do processo contra ele, que deve acontecer até final do presente mês de Outubro.

A assessoria presidencial, no entanto, nega que Temer, de 77 anos, tenha qualquer problema de saúde e garante que todos os exames que realizou não detectaram anormalidade alguma. O médico presidencial, Roberto Kalil Filho, que acompanhou os exames, e a quem a assessoria presidencial remeteu os jornalistas como sendo a única pessoa autorizada a falar, alegou sigilo profissional e não quis comentar o assunto.

Fonte:

Deixe um comentário