Meninas do Brasil enfrentam suecas nesta terça-feira

Vadão
Vadão espera mais resistência das suecas, que na primeira fase levaram 5 x 1 das brasileiras. Foto: Ricardo Stuckert/CBF

A Seleção Brasileira feminina encara a Suécia, nesta terça-feira, às 13h (de Brasília), no Maracanã, pelas semifinais do futebol feminino, nos Jogos Olímpicos. A partida pode levar o País à decisão do torneio, pela terceira vez na história. Em Atenas 2004 e Pequim 2008, a equipe ficou com a prata, perdendo a final para os Estados Unidos, eliminados nas quartas de final em 2016 pelas próprias suecas, nos pênaltis.

Antes do confronto, o técnico Oswaldo Alvarez concedeu entrevista coletiva, e falou sobre as rivais. Os times se enfrentaram na primeira fase, com a Seleção goleando por 5 x 1. Segundo Vadão, o resultado foi atípico.

“O resultado de 5 x 1 da primeira fase foi atípico, a Suécia chegou a ter duas chances no começo da partida, depois construímos a vitória. Mas foi difícil no início”, enfatizou o treinador. No jogo da primeira fase, o Brasil abriu 5 x 0, sofrendo um gol apenas no final da partida.

Sobre a lateral direita Fabiana, que saiu contundida nas quartas de final, diante da Austrália, Alvarez admitiu que as chances de ela atuar são pequenas. “A Fabiana tem poucas chances de jogar. Vamos esperar até amanhã, está sob tratamento, mas é difícil ter a presença dela em campo”, explicou.

O mesmo vale para a atacante Cristiane, desfalque nos últimos dois jogos, também por lesão. “Não podemos afirmar que Cristiane está 100%. Ela treinou, mas vamos dar mais um tempo para definir isso”, afirmou o técnico.

Depois de uma classificação sofrida nas quartas de final, quando superou as australianas nos pênaltis, o time brasileiro espera conseguir mais um triunfo, para garantir um lugar na final, além da medalha olímpica. 

Fonte:

Deixe um comentário