MEC e OAB regulamentam estágio de direito em órgão público

Ministro Aloizio Mercadante divulga avaliação do ensino superior

Ministro Aloizio Mercadante ques estudantes de direito em órgãos públicos (Elza Fiuza/ABr )
Diante do alto índice de reprovação nos exames aplicados pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da má avaliação das faculdades de direito, o Ministério da Educação (MEC) assinou nesta sexta-feira um acordo de cooperação com a OAB que torna obrigatório o estágio de estudantes da carreira em órgãos públicos para a obtenção do diploma universitário. O documento também estabelece novas regras para a regulamentação e fiscalização de cursos de graduação e pós-graduação da área.
Pelo acordo, todos os estudantes de direito terão de comprovar experiência profissional junto a tribunais de Justiça, fóruns, defensorias e promotorias. O aluno, no entanto, não precisará apresentar vínculo com esse órgãos. Caso trabalhe em escritórios privados de advocacia, por exemplo, o estudante terá de comprovar “acesso aos órgãos públicos” em suas atividades diárias. Se tal experiência não for comprovada, não será possível a obtenção do diploma. 
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário