Larry Taylor é cortado e seleção brasileira de basquete está fechada para os Jogos Olímpicos

Ruben Magnano e Marcelinho Huertas
Magnano (E) manteve o armador Marcelinho Huertas, jogador do Los Angeles Lakers, entre os convocados. Foto: CBB/divulgação

A Confederação Brasileira de Basquete anunciou nesta quarta-feira o corte do armador Larry Taylor e com isso a equipe que irá disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro está definida. O norte-americano naturalizado brasileiro acabou perdendo espaço durante os treinamentos que antecedem as Olimpíadas e assim o técnico Rubens Magnano já tem o grupo de 12 atletas fechado.

O treinador argentino havia convocado 14 jogadores para esse primeiro período de treinamentos da Seleção Brasileira no ginásio do Hebraica, clube da zona sul de São Paulo. O pivô Vitor Faverani já havia sido excluído do elenco por conta de uma lesão sofrida no joelho direito e agora foi a vez do armador que dispensou a convocação para a Copa América do ano passado.

Apesar da ausência do atleta nascido nos Estados Unidos, a Seleção Brasileira vai contar com cinco jogadores que atuam no país da América do Norte. Leandrinho, Varejão, Nenê, Marcelinho Huertas e Raulzinho, os dois últimos deverão brigar pela titularidade como armadores da equipe.

O basquete brasileiro não terá vida fácil no Rio 2016. O time verde e amarelo irá dividir o Grupo B com Lituânia, Espanha (atual medalhista de prata olímpica), Croácia, Nigéria e Argentina (quarta colocada em Londres 2012). A equipe de Rubens Magnano estreia no próximo dia 7 de agosto, contra a Lituânia, na Arena Carioca 1.

Fonte:

Deixe um comentário