Investimentos nos Brics triplicaram

Dilma Rousseff, Dimitri Medvedev (Rússia), Manmohan Singh (Índia), Hu Jintao (China) e Jacob Zuma (África do Sul) posam para foto durante apresentação do relatório econômico dos Brics

Dilma, Medvedev (Rússia), Manmohan Singh (Índia), Hu Jintao (China) e Jacob Zuma (África do Sul) (Roberto Stuckert Filho/PR)
Os fluxos de investimento externo direto (IED) para os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) triplicaram nos últimos dez anos chegando a 263 bilhões de dólares, segundo um relatório divulgado nesta segunda-feira pela Conferência da ONU para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad).
O número aumentou apesar da explosão da crise financeira e passou de 6% do total mundial, em 2000, para 20% em 2012, destacou em entrevista coletiva o diretor da Divisão de Investimento e Empresas da Unctad, James Zhan. 
Os Brics também se transformaram na última década em importantes emissores de IED: em 2000, investiram 7 bilhões de dólares, o que representava 1% do total mundial. Em 2012, o número saltou para 126 bilhões de dólares, algo próximo de 9% dos investimentos mundiais.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário