Índia negligencia violência sexual

A organização não governamental (ONG) internacional Human Rights Watch acusa o governo da Índia de negligência em relação a casos de abuso sexual contra crianças no país. Em estudo divulgado pela entidade, há informações de que cerca de 7 mil crianças sejam estupradas todo ano no país. Segundo o relatório, grande parte dos casos ocorre em escolas públicas ou instituições que cuidam de crianças.
A questão do abuso sexual virou alvo das discussões, depois da violência cometida contra uma universitária, de 23 anos, que não resistiu às agressões e morreu em dezembro. Ela foi violentamente atacada por seis homens, enquanto estava em um ônibus em Nova Delhi, capital indiana.


O estudo, de 82 páginas, denominado Quebrando o Silêncio: Abuso Sexual de Crianças na Índia, diz que as ações do governo da Índia não atendem às expectativas nem protegem as vítimas. Segundo o relatório, muitas crianças são maltratadas mais de uma vez e não são ouvidas.


Fonte: Agência Brasil

Sites e Blogs

Deixe um comentário