Hospital realiza primeira mastectomia

O Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) realizou na última quinta-feira (27) a primeira cirurgia de reconstrução de mama. As equipes de Mastologia e Plástica foram as responsáveis pelo procedimento que durou cerca de três horas.

De acordo com o mastologista, responsável pela cirurgia, Dr. Flávia Vasconcelos, a paciente tinha uma lesão de câncer de mama. “Fizemos uma mastectomia poupadora de pele, onde tiramos todas as glândulas mamárias e preservamos a pele. Em seguida, a equipe plástica colocou o expansor que preencheu o local retirado”, afirmou.

Para o chefe do serviço de cirurgia plástica do HRSM, Dr. Agustini Fava, o procedimento realizado tem padrão de qualidade semelhante ao que é feito nos melhores centros de tratamento do mundo. “Usamos um expansor de ultima geração, metade já preenchida em silicone e metade a preencher com soro fisiológico gradativamente no pós-operatório, a critério do biotipo e do desejo da paciente quanto ao tamanho da mama reconstruída”, disse.

O procedimento realizado na paciente não vai atrapalhar caso ela precise continuar com outros tipos de tratamento. De acordo com a lei nº 12.802/13, caso seja possível, é obrigaado a reconstrução de mamas no mesmo tempo cirúrgico da retiradas das glândulas.

De acordo com o Dr. Agustini, nem todas as reconstruções mamárias podem ser feitas imediatamente e conjuntamente com a mastectomia. “Caso a paciente tenha contra indicações tais como obesidade, tabagismo, doenças crônicas, entre outras, a reconstrução pode ser postergada para outro momento. Não se deve retardar o tratamento do câncer priorizando a parte estética/reconstrutora, embora esta seja de grande importância do ponto de vista psicológico para as pacientes. Devemos lembrar que o mais importante é o tratamento adequado e a cura do câncer de mama”.

Fonte:

Deixe um comentário