Homem é preso no DF suspeito de matar padrasto a facadas

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu nesta sexta-feira (22) um homem suspeito de esfaquear o padrasto na quarta-feira (20) à noite, no Paranoá. A vítima, o eletricista Luís Carlos Almeida, de 49 anos, morreu na madrugada desta sexta.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu depois que o padrasto agrediu a mãe do suspeito, Cícero José da Silva Júnior, de 21 anos, durante uma briga em casa.

O delegado Miguel Lucena disse que a discussão entre o casal começou na sala depois de Almeida receber um telefonema. A mãe de Júnior questionou a origem da chamada, motivo pelo qual o companheiro a agrediu, segundo o delegado. Ela correu para o banheiro, onde continuou a ser agredida. Júnior, então, desferiu três facadas no padrasto – nas costas, no peito e no ombro esquerdo – para defender a mãe, afirma o delegado.

O casal estava junto havia três anos e as agressões eram frequentes, de acordo com a polícia. Ela nunca registrou ocorrência por agressão.

Júnior poderá ser indiciado por homicídio doloso e levado a júri popular ou ser liberado por ter agido em legítima defesa. Mesmo que seja avaliado que o crime foi para defender a mãe, ele poderá responder a eventuais excessos, como a quantidade de facadas dadas.

Fonte: Globo

Deixe um comentário