Heterossexuais “não têm mais direito nenhum”, diz ministro do STJ

Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e responsável pela Corregedoria Nacional de Justiça, João Otávio de Noronha afirmou nesta segunda-feira (4) que heterossexuais “não têm mais direito nenhum” no Brasil.

“Aliás, eu já vi que eu quero meus privilégios porque o heterossexual agora está virando minoria no Brasil. Não tem mais direito nenhum”, disse no seminário “Independência e Ativismo Judicial: Desafios Atuais”, no STJ.

A declaração foi esclarecida, horas depois, por meio de nota oficial, em que ele afirma ter feito uma brincadeira durante a palestra. Ele ressaltou que foi o primeiro juiz a reconhecer a união homoafetiva e que sempre respeitou os direitos das minorias.

Deixe um comentário