Henrique Alves tenta conter desafetos para alinhar Câmara ao Planalto

Rusgas com antigos aliados são problema para Henrique Alves para manter votações sob controle (Iano Andrade/CB/D.A Press - 4/2/13)
Rusgas com antigos aliados são problema para Henrique Alves para manter votações sob controle

Reconhecido como um dos mais experientes rarticuladores políticos da Câmara dos Deputados, o recém-eleito presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), terá de lidar com um rastro de descontentes dentro do próprio partido e na base aliada. Parte deles, fruto da movimentação pela presidência da Câmara. Prova disso é o diagnóstico, feito por aliados peemdebistas, sobre a sucessão de denúncias surgidas contra Henrique, justamente na reta final da corrida pelo cargo. “Foi fogo amigo”, vaticinou um apoiador do peemedebista, já acostumado à convivência com rachaduras dentro do partido. “Henriquinho”, como é tratado pelos amigos, está longe de ser uma unanimidade dentro do PMDB, reconhece o aliado.

A dedução tem seus motivos. Desde que assumiu o atual mandato, em 2011, Henrique se concentrou na disputa pela presidência da Câmara. Acabou cultivando inimizades em troca de posições que beneficiariam a candidatura ao cargo, dentro e fora do PMDB.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário