Grupo de Vigilante e Kokay lidera corrida no PT-DF

Aliados na Câmara Legislativa, Ricardo Vale, Wasny e Chico Vigilante são de correntes diferentes no PT

De olho nas eleições de 2018, 4.414 filiados e militantes do Partido dos Trabalhadores foram às urnas no domingo (9) eleger os  delegados da legenda no DF. Liderados pelo deputado distrital Chico Vigilante e pela federal Érika Kokay, os grupos Articulação Unidade na Luta e pelo PT de Lutas venceram as eleições. Dos 300 delegados, 86 são da aliança dos dois parlamentares.

Mais sobre política do DF

A atual direção, liderada pelo presidente local Roberto Policarpo e pela ex-distrital Rejane Pitanga, ficou em segundo lugar. Chamado CNB – Construindo um Novo Brasil, o grupo, que é majoritário no PT nacional, elegeu 66 delegados.

Chico Vigilante comemorou a vitória e a força que a militância petista mostrou. “É a comprovação de um partido que tem vida e está pronto para voltar ao protagonismo no cenário político do Distrito Federal, propondo soluções para a saúde, a educação, transporte, habitação, segurança pública e a geração de empregos”, afirmou.

Outros caciques petistas de Brasília também elegeram delegados aliados. O grupo da ex-vice-governadora Arlete Sampaio e do distrital Ricardo Vale ficou em terceiro lugar. O Avante, liderado pelo distrital Wasny De Roure, elegeu 44 delegados, ficando na quarta coligação. Em último lugar, com 20 delegados, ficou o grupo do ex-senador Geraldo Magela.

Os delegados são elegerão os presidentes regionais do partido. Essa eleição está marcada para os dias 5, 6 e 7 de maio. Com a força demonstrada neste domingo, Chico Vigilante ganhou notoriedade e já é cotado para presidir a legenda no DF a partir do segundo semestre deste ano.

Deixe um comentário