Grileiros são presos em flagrante

Dois grileiros foram presos, na manhã de quinta-feira (21), enquanto negociavam lotes frutos de parcelamento ilegal, no Núcleo Rural Alexandre Gusmão, em Brazlândia. O flagrante aconteceu no Incra 9, durante fiscalização de vigilância realizada por agentes da Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops). Os suspeitos, uma corretora e um suposto síndico de um condomínio irregular, lucrariam até 3,6 milhões no esquema.
O planejamento era de construção de pelo menos dois condomínios, que seriam chamados de Ágape 1 e 2,palavra grega que significa amor. O primeiro teria 60 lotes, com área total de seis hectares, o equivalente a três chácaras. No segundo haveria 20 lotes dentro da área de uma chácara, numa área total de dois hectares. Cada unidade era fracionada em unidades de 840 metros quadrados, vendidos entre R$ 30 e 60 mil, preço bem abaixo do mercado imobiliário do Distrito Federal.
Os dois condomínios irregulares já estão murados e, no local do flagrante, o Ágape 1, há três casas em construção, postes de energia já instalados, bomba de água clandestina e três ruas abertas, que podem ser vistas, inclusive, em imagens de satélite. Os lotes estão todos demarcados por piquetes.
Fonte: Jornal de Brasília
Sites e Blogs

Deixe um comentário