Greve de petroleiros avança

A greve dos petroleiros completou hoje (20) o quarto dia com 42 plataformas paralisadas na Bacia de Campos, no norte fluminense, de acordo com balanço da Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Na madrugada, os petroleiros que embarcariam na P-55, plataforma recém-construída que entraria em produção neste final de semana na Bacia de Campos, aderiram à greve e não embarcaram. O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF) informou também que os trabalhadores da plataforma de Garoupa (PGP-1), que estavam na escala de embarque de ontem (18) à noite, também aderiram ao movimento.

A FUP informou que a Petrobras enviou documento neste sábado convocando os petroleiros para nova rodada de negociações na segunda-feira (21). No documento, a Gerência de Recursos Humanos da estatal informa que apresentará nova proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho 2013.

Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 16,53%. A Petrobras ofereceu até agora um aumento de 6,09% (IPCA) no salário-base, além de 7,68% na Remuneração Mínima por Nível e Regime e um abono equivalente a uma remuneração ou R$ 4 mil, o que for maior.

Fonte:

Deixe um comentário