França irá proibir descartáveis de plástico

A França se tornará pioneira na proibição de venda de copos, pratos e utensílios de plástico descartáveis. A lei entrará em vigor em 2020. Itens que fabricados com pelos menos 50% de materiais biodegradáveis serão exceções, porém a parcela terá até janeiro de 2025 para atingir a marca de 60%.

 

De acordo com presidente François Hollande, a proibição é parte de um esforço maior para “fazer da França uma nação exemplar em termos de redução na emissão de gases, diversificação do modelo de energia e uso de fontes renováveis”. Nem todos, porém, concordam com a boa intenção do governo Hollande. Empresários do ramo alegam que a medida viola leis da União Europeia, além de regras de proteção de fabricantes.

Apoiadores da causa pediram que a proibição fosse aplicada já a partir de 2017, mas a ministra do meio-ambiente francês, Ségolène Royal, afirmou que o ato seria “antissocial”, já que algumas famílias de baixa renda dependem deste tipo de utensílio. Segundo o governo, com o prazo modificado para 2020, há tempo para os fabricantes se adaptarem.

A nova regra é uma adição ao ato de Transição de Energia para o Crescimento Verde, uma extensa regulamentação aprovada no ano passado na França. Entre as medidas também está a proibição de sacolas plásticas em supermercados, que valerá a partir de julho do próximo ano.

 

*com informações da Veja Brasil

Fonte:

Deixe um comentário