Fiscalização fecha e multa lava a jato irregular

Se descumprir a interdição, a proprietária será multada novamente, em valor dobrado (Beliomar Nunes/ Seops)
Se descumprir a interdição, a proprietária será multada novamente, em valor dobrado






























Um lava a jato foi interditado e multado em R$ 3.519,63 por descumprir a suspensão de funcionamento. O serviço funcionava em estacionamento público na SHCES Quadra 1.101, do Cruzeiro. A ação ocorreu nesta segunda-feira (1º/4), em conjunto entre a Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops), a Agência de Fiscalização (Agefis) e a Polícia Militar. 

A infração ocorreu após notificação da Agefis, em agosto do ano passado, que informou à proprietária do local sobre a irregularidade. O órgão deu, ainda, um prazo de 90 dias para recurso e solução do problema. Além disso, o lava-jato não tem licença de funcionamento, uma vez que estava em desacordo com a lei.

Parte do local funciona em um estacionamento público, em frente a um supermercado. Os carros eram higienizados em área pública; os equipamentos armazenados no subsolo de um prédio e o escritório funcionava em uma das salas. Em caso de descumprimento da interdição, a proprietária será multada novamente, em valor dobrado.

Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário