“Fábrica Social” inicia atividades

Cerca de 1,2 mil pessoas serão capacitadas a partir da  segunda (29) quando começam as atividades da Fábrica Social, projeto que irá ensinar uma nova profissão a pessoas de baixa renda e produzir material esportivo para escolas e outras instituições públicas.

“Nestas primeiras semanas os alunos serão orientados sobre seus direitos e deveres e receberão informações detalhadas de como funcionarão as oficinas”, explicou o diretor da Fábrica Social, Marcos Roberto dos Santos.

Num primeiro momento os selecionados serão divididos em duas turmas, com início às 9h e 14h30 e, quando as oficinas de produção forem iniciadas, haverá três turnos de 6h cada.

AÇÃO SOCIAL – O projeto “Fábrica Social” é uma iniciativa para capacitação de pessoas de baixa renda participantes do “DF Sem Miséria”, programa de transferência de renda promovido pelo GDF.

Os selecionados recebem auxílio-transporte, alimentação e bolsa mensal de até R$2 mil enquanto aprendem a operar equipamentos para confeccionar itens esportivos, como bolas, redes, jogos educativos e uniformes escolares.

O primeiro ciclo de capacitação durará dois anos, e a expectativa é que sejam fabricados mais de três milhões de produtos, que serão doados a escolas públicas, outros órgãos do GDF e entidades filantrópicas.

Fonte:

Deixe um comentário