Estudantes da USP vencem competição internacional

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a Airbus premiam hoje (17), com 30 mil euros e um curso, cinco estudantes da Universidade de São Paulo (USP), durante cerimônia em Paris, na França. Eles  venceram o prêmio Airbus Fly Your Ideas, uma competição mundial, com o projeto que apresenta um novo sistema de descarga para compartimentos de aviões.

Para desenvolver o projeto, os brasileiros montaram uma escala de tempo que é capaz de  reduzir a carga de trabalho dos carregadores de bagagem do aeroporto em até 30%. O projeto baseia-se na forma como se conta o tempo nos jogos de hóquei no gelo em três períodos – de 20 minutos cada, separados por dois intervalos de 15 minutos.

A equipe brasileira vitoriosa é formada por Marcos Philipson, Leonardo Akamatsu, Adriano Furtado, Caio Reis e Henrique Corazza. O segundo lugar da competição ficou com a equipe de estudantes da Austrália, do  Royal Melbourne Institute of Technology. Os australianos desenvolveram projeto para uso de um gás natural nas aeronaves.

O vice-presidente executivo de Engenharia da Airbus, Charles Champion, elogiou a originalidade do projeto dos brasileiros. Segundo ele, pela proposta será possível reduzir em 30% o tempo para o recolhimento das bagagens. De acordo com a Unesco e a Airbus, a competição envolveu mais de 600 equipes de todo o mundo, que buscaram apresentar respostas aos desafios previstos para a aviação no século 21.

Os projetos foram avaliados por 60 especialistas da Airbus que observaram a qualidade, os benefícios ambientais e o nível de inovação das propostas. A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, disse que a diversidade de ideias dos estudantes é uma “grande fonte de inspiração” e que a parceria com a Airbus é a busca de novos projetos na tentativa do transporte sustentável.

Além do prêmio em dinheiro, os estudantes brasileiros ganharam uma semana de aulas e  treinamentos oferecida pela Airbus. Ao final da competição, apenas cinco equipes foram selecionadas. O júri foi comandado por Charles Champion, vice-presidente executivo de Engenharia da Airbus.

Fonte:

Deixe um comentário