Em Londres, Uber terá que pagar salário mínimo a motoristas

O tribunal trabalhista de Londres decidiu nesta sexta-feira (10) que a Uber deverá pagar um salário mínimo a motoristas do aplicativo. A decisão é mais uma derrota da empresa no Reino Unido, onde luta para manter sua operação.

A companhia americana, que afirma ter 3,5 milhões de clientes em Londres, tentou reverter uma decisão judicial de 2016 que conferiu aos motoristas do aplicativo direito à hora de trabalho mínima de 7,50 libras (R$ 32) e férias pagas.

A companhia americana, que afirma ter 3,5 milhões de clientes em Londres, tentou reverter uma decisão judicial de 2016 que conferiu aos motoristas do aplicativo direito à hora de trabalho mínima de 7,50 libras (R$ 32) e férias pagas.

A decisão não se aplicará automaticamente aos 50 mil motoristas do aplicativo no Reino Unido, mas abre precedente para outras reivindicações. Os autores da ação têm o apoio do sindicato de trabalhadores independentes da Grã-Bretanha.

A Uber tem 14 dias para apresentar um novo recurso e já disse que vai recorrer da decisão.

Fonte:

Deixe um comentário