Disputa por vaga de Roberto Gurgel

Os quatro concorrentes ao cargo hoje ocupado por Gurgel (foto) criaram sites (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Os quatro concorrentes ao cargo hoje ocupado por Gurgel (foto) criaram sites

A mais intensa campanha já realizada para o cargo de procurador-geral da República vai entrar em sua fase decisiva na semana que vem, quando será realizado o primeiro de cinco debates entre os quatro candidatos à sucessão do atual chefe do Ministério Público Federal (MPF), Roberto Gurgel. A votação da lista tríplice, que será enviada à presidente Dilma Rousseff, se realizará em 17 de abril, mas os concorrentes já lançaram mão de estratégias de comunicação e do corpo a corpo para conquistar os votos dos cerca de 1,3 mil filiados à Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).


Os quatro concorrentes — Deborah Duprat, Ela Wiecko, Rodrigo Janot e Sandra Cureau —criaram sites e têm usado a rede interna de comunicação entre membros da carreira para difundirem propostas. O debate marcado para a próxima terça-feira, em Brasília, vai dar o termômetro inicial da disputa — outros quatro serão realizados. Entre os nomes na disputa, somente um ficará de fora da lista. No entanto, a luta de cada um é para ser o primeiro, pois nas cinco últimas votações o mais bem colocado foi o escolhido do chefe do Poder Executivo para comandar a Procuradoria Geral da República (PGR).


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário