Discriminação racial

A família de uma jovem de 12 anos registrou ocorrência na segunda-feira (18/3), alegando que ela teria sido vítima de discriminação racial. Segundo a versão da garota, ela teria sido espancada por ser negra. O governo lançou hoje serviço especial de disque denúncia para casos de racismo no DF.


Na segunda-feira, a jovem estava indo para a escola, no Recanto das Emas, mas teria pego um ônibus errado e descido em um local desconhecido. Nesse momento, quatro garotas a teriam abordado, dizendo que ali não podiam passar negros, e que ela teria que pagar por isso.


Nesse momento, segundo conta a menina, duas garotas a teriam imobilizado, enquanto outras duas a espancavam. Ela conseguiu se libertar e correr para uma casa de um colega, que estava com o portão aberto, e deu a desculpa de que tinha perdido o horário da aula e precisava passar um tempo ali.


Ela também alega que sofria muito bullying na escola, onde as outras crianças diziam que ela tinha “cabelo ruim”. 


A 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas) investiga o caso.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário