Dilma deve vetar benefícios fiscais

A presidente Dilma Rousseff deve vetar benefícios fiscais à indústria de armas e munições. Dilma deve barrar os artigos referentes ao setor de armamentos no texto da Medida Provisória 582, que reduz o valor destinado à Previdência Social sobre a folha de pagamento de vários setores. Segundo o jornal O Globo, os ministérios da Justiça e da Fazenda recomendaram que a presidente use o veto.
O chamado projeto de lei de conversão deve ser sancionado por Dilma até a próxima terça-feira, dia 2 de abril – ele foi aprovado pelo Congresso no final de fevereiro. O texto original proposto pelo governo federal previa que 15 setores fossem beneficiados pela redução fiscal para reduzir os custos das empresas, estimular a indústria e se prevenir contra a crise internacional. Porém, durante a tramitação, 242 emendas ao projeto foram apresentadas por 41 deputados e 15 senadores pedindo que o benefício fosse estendido a outros setores. Os deputados Sandro Mabel (PMDB-GO) e Guilherme Campos (PSD-SP) foram os autores das emendas que pediam a inclusão do segmento das armas no projeto.
Fonte: Portal Terra
Sites e Blogs

Deixe um comentário