Dia da criança abre período de trabalho temporário

Happy laughing little girl, adorable toddler in a colorful party dress, holding many birthday presents, opening boxes decorated with ribbon and bow, excited to celebrate a family holiday

O comércio do DF espera um segundo semestre melhor começando pelo Dia das Crianças. A previsão de crescimento é de 3,71% nas vendas para o próximo dia 12. Esse é o percentual indicado na pesquisa realizada com empresários pela Fecomércio entre os dias 12 e 16 de setembro.

Essa também é a esperança de muitos brasilienses que aguardam por oportunidades de trabalho mesmo que temporários. Entre os otimistas estão empresários de negócios como agências de viagem que esperam uma expansão de 20,40% nas vendas, lojas de brinquedos (10,09%), material esportivo (8,90%), seguidos pelos ramos de perfumaria, vestuário e calçados dentre outros. As primeiras vagas surgirão entre eles.

 

Ano ruim

No caso do dia das crianças a estimativa é de que o valor médio do presente seja de R$ 161,65 contra R$ 80,68 do ano passado. Confirmando a idéia de promoções e não de presentes caros as amigas Karina Berardo e Márcia torres não querem gastar muito. Com filhos ainda crianças a previsão é de lembrancinhas entre R$ 30 e R$ 40. Márcia, com um dos filhos pré-adolescente, já ensaia o discurso: “você cresceu”.

Mas não são todos os lojistas que pretendem investir em estoques. A maioria prefere fazer promoções para atrair o público consumidor que tem controlado os gastos. Para o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, “o resultado das vendas das últimas datas comemorativas não foi satisfatório para o empresário, que vê nesse final de ano a chance de recuperar as vendas perdidas ao longo de 2016”. O comércio enfrenta a crise com uma expectativa baixa de recuperação e mais de 3 mil estabelecimentos já foram fechados este ano.

Com essa realidade a contratação de trabalhadores temporários neste final de ano será menor que em 2015. De acordo com esse levantamento feito pela Fecomércio, apenas 16, 3% dos empresários farão contratações para o Natal e o Ano Novo. Esse percentual representa 3,8 mil vagas abertas para trabalho temporário em todo o DF. A expectativa é que desses, 40% dos trabalhadores sejam efetivados.

 

Critérios para efetivação

Nos diversos segmentos do comércio como bares e restaurantes, presentes, calçados, brinquedos e outros, os principais critérios para a seleção dos temporários são a escolaridade e a disponibilidade de tempo integral para o trabalho. Alguma experiência também conta, assim como a pro – atividade.  

 

}

Fonte:

Deixe um comentário