DF se aproxima de cumprir Objetivos do Milênio

Os investimentos realizados no Distrito Federal em educação, transferência de renda e em áreas essenciais colocaram a região mais próxima de atingir os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio até 2015 – estabelecidos em 2000 pela Organização das Nações Unidas (ONU). “O GDF tem todas as condições de chegar ao 1º lugar (entre os estados) em todos os níveis (estabelecidos pela ONU)”, destacou o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, durante Seminário Estadual de Lançamento da 5ª Edição do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Brasil (ODM Brasil).

ODM Brasil, criado em 2004 pelo governo federal, premiará, em 2014, 30 práticas bem-sucedidas de prefeituras e organizações da sociedade civil que contribuem para o alcance das metas, chamadas no Brasil de8 Jeitos de Mudar o Mundo, entre elas, Igualdade entre sexos e Valorização da mulher e Reduzir a mortalidade infantil. Também estão inclusos na lista de objetivos Melhorar a saúde das gestantes, Combater a Aids, a malária e outras doenças; Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento; Acabar com a fome e a miséria; Educação Básica de qualidade para todos e Sustentabilidade ambiental e qualidade de vida.

“Vejo o compromisso do governador Agnelo Queiroz e de sua equipe para melhorar a condição social do DF, que hoje é uma das unidades da Federação com os melhores indicadores (para atingir as metas)”, disse o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Jorge Chediek.

 

INVESTIMENTOS

Em 2010, apenas 1,6% dos domicílios do DF estava em extrema pobreza (com renda de até R$ 70 mensais por pessoa), e o programa DF Sem Miséria, lançado nesta gestão, complementa a renda das famílias que já recebem o auxílio do Bolsa Família para que a situação seja completamente erradicada no DF. Além disso, até aquele ano, 4,4% das crianças com menos de 2 anos, atendidas pelo programa Saúde da Família, estavam desnutridas, o que foi reduzido para 0,1% em 2012.

“O DF tem avançado para cumprir com os objetivos do milênio, principalmente, com programas de transferência de renda e combate a fome, e nós destinamos R$ 7,6 bilhões do orçamento do GDF para chegar a essas metas”, ressaltou o governador Agnelo Queiroz.

Nos quesitos Educação básica de qualidade para todos, o analfabetismo entre pessoas de 15 a 24 anos chegou a menos de 1% em 2010. A frequência escolar também aumentou em todos os níveis, principalmente entre crianças de 4 e 5 anos –que passou de 54,6%, em 2000, para 84,9%, em 2010–, e o GDF construirá 112 creches até o fim de 2014 para beneficiar todas as faixas etárias.

Outro resultado no DF foi quanto à Sustentabilidade ambiental e qualidade de vida, que registrou, em 2010, 95,1% dos domicílios com acesso à rede geral de água e 88,9% com esgotamento sanitário adequado.

Fonte:

Deixe um comentário