DF e Goiás debatem destinação de resíduos sólidos

A quarta reunião preparatória para a 4ª Conferência Distrital de Meio Ambiente, que este ano debate o tema resíduos sólidos, acontece hoje (7) durante a Conferência Municipal de Luziânia e reunirá representantes de outras quatro cidades das 8h30 às 18h, no Centro de Convenções do município.

“O encontro de amanhã propõe uma discussão mais enriquecida, já que se trata do eixo mais povoado e, portanto, onde mais se produz lixo”, adiantou o subsecretário de Políticas de Resíduos Sólidos da Secretaria do Meio Ambiente do DF, Paulo Celso.

Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental, Novo Gama e Cristalina participarão da reunião e até a realização da Conferência Distrital, prevista para 11, 12 e 13 de setembro, serão sete encontros entre o DF e os 20 municípios da Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE).

“Os problemas das regiões são os mesmos: destinação adequada para o lixo, inclusão de catadores no processo, e coleta seletiva. Enfrentamos os mesmos dilemas e estaremos juntos na Conferência Nacional”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Brandão.

Ainda de acordo com Brandão, a discussão reúne eixos importantes também para o DF e para a proposta de políticas públicas.

O encontro nacional será de 24 a 27 de outubro, em Brasília.

As conferências têm como foco a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos nos âmbitos local e regional, com destaque para quatro tópicos: a produção e consumo sustentáveis; redução de impactos ambientais; geração de empregos e renda; e educação ambiental.

 

POLÍTICAS – Na Cidade Ocidental funciona o único Aterro Sanitário licenciado da RIDE.

Entre as principais ações do plano para o DF estão o fim das atividades do lixão da Estrutural e a abertura do Aterro Sanitário Oeste, localizado entre Ceilândia e Samambaia.

A implantação da coleta seletiva em todo o DF e a construção de 12 centrais de triagem de materiais recicláveis para abrigar o trabalho das cooperativas de catadores também estão previstas nas melhorias para o setor.

Também estão previstos no plano dos dois governos a instalação de seis áreas para a reciclagem de resíduos da construção civil, duas áreas de aterro de inertes, e um centro de comercialização de materiais recicláveis.

Um trabalho de inclusão social com todos os catadores com formação profissional, assistência técnica e inserção de cooperativas e associações é uma das principais metas do projeto.

Os encontros preparatórios aconteceram em Sobradinho, Planaltina, Gama, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo, São Sebastião, Paranoá e Itapoã.

O encontro entre as cidades de Formosa, Cabeceiras, Vila Boa, Água Fria de Goiás e Planaltina de Goiás, marcado inicialmente para 1º de agosto, ocorrerá no próximo dia 20.

Fonte:

Deixe um comentário