Criminalidade cai em Planaltina

A criminalidade em Planaltina registrou queda nos primeiros cinco meses deste ano, e modalidades como sequestro-relâmpago diminuíram 57,1%, comparado com o mesmo período do ano passado (foram 21 casos contra nove), de acordo com o balanço divulgado hoje (26) pela Secretaria de Segurança Pública.

“A constante queda desses crimes na histórica cidade de Planaltina demonstra o quanto nossas forças de segurança estão empenhadas em garantir o bem-estar e a paz social de nossa região”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.

O levantamento apontou que os crimes de roubo nas residências da cidade reduziram 69% (de 29 para 9 casos), enquanto que os furtos nas casas caíram 33,5% (de 325 para 216 ocorrências).

Os roubos a postos de gasolina também mostraram uma importante redução, com registro de 50 casos de janeiro a maio de 2012 para 31 no mesmo período em 2013, o que representa uma redução de 38%.

Para o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Jooziel de Melo Freire, os números em Planaltina, bem como em outras regiões administrativas do DF, refletem os esforços do governo no combate à criminalidade.

“As ações integradas de segurança pública, capitaneadas pelo programa Ação pela Vida, caminham no sentido de aproximar cada vez mais nossas forças dos anseios da sociedade”, explicou o comandante.

INVESTIMENTO – Além da aquisição de 800 veículos para a Polícia Militar neste ano, o governo criou a gratificação por apreensão de armas de fogo que circulam ilegalmente pelas ruas do DF – que varia entre R$400 e R$1,2 mil.

Outra novidade é o aumento de 50% na gratificação por serviços voluntários dos policiais militares, que, a partir de hoje, passa a ser de R$300.

Fonte:

Deixe um comentário