Coreia do Sul ameaça com represália o Norte

Kim Jae-Hwan/AFP (Veículos blindados sul-coreanos passam por ponte perto de fronteira com a Coreia do Norte)
Kim Jae-Hwan/AFP

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, ameaçou nesta segunda-feira (1/4) com uma “enérgica” represália a qualquer provocação da Coreia do Norte, com o respaldo dos Estados Unidos, que enviou caças F-22 à península em um momento de grande tensão com o regime norte-coreano. No sábado (30/3), Pyongyang anunciou que se encontrava em “estado de guerra” com a Coreia do Sul. As duas Coreias estão tecnicamente em guerra, pois a Guerra da Coreia de 1950-53 terminou com um armistício, e não com um tratado de paz.

A presidente sul-coreana, líder dos conservadores e falcões do país, se reuniu com altos oficiais das Forças Armadas e com o ministro da Defesa, Kim Kwan-jin. Park disse que leva a sério as ameaças diárias do Norte. “Acredito que devemos executar uma represália enérgica e imediata, sem nenhuma outra consideração política se (a Coreia do Norte) protagonizar qualquer provocação contra nosso povo”, disse.

O ministro da Defesa afirmou que Seul executará, em caso de necessidade, ataques preventivos contra as instalações nucleares e militares norte-coreanas.

Fonte: France Press

Sites e Blogs

Deixe um comentário