Clínica da Família no Recanto das Emas

Os moradores do Recanto das Emas receberam ontem (18) mais uma Clínica da Família, que atenderá aproximadamente 20 mil habitantes, em nove consultórios médicos e cinco odontológicos, além de salas de curativo e coleta de material para exames laboratoriais.

“Essa é a segunda clínica que inauguramos nesta cidade e a oitava no DF, e faz parte do nosso projeto de ampliação da atenção básica da saúde. Com esta unidade daremos condições dignas para as equipes poderem exercer seus papéis”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

De acordo com o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, no começo desta gestão, apenas 10% da atenção primária era coberta no Recanto das Emas e, atualmente, esse número alcançou 60%, com previsão de crescimento para 80% até o final de 2014.

“Essa é uma das maiores unidades do DF, com investimento de aproximadamente R$3 milhões, e a previsão é a inauguração de outra na quadra 804 até o final do próximo ano, além de um CAPS em frente a essa que estamos inaugurando”, relatou o secretário.

A unidade, inaugurada em um terreno de 1 mil m² na quadra 308, abrigará cinco “equipes de Saúde da Família” – grupo multifuncional composto por médicos, enfermeiros, técnicos, agentes comunitários e dentistas –que trabalhavam anteriormente no Centro de Saúde 1.

As equipes contarão com o apoio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, composto por pediatra, ginecologista, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista e farmacêutico, que será responsável por promover a capacitação e educação dos profissionais de saúde.

A clínica funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e deve atender, principalmente, moradores das quadras 302 a 310, 110 a 114 e 508 a 510, que também contarão com serviço de eletrocardiograma, com acesso à telemedicina, que auxilia e promove o diagnóstico e monitoramento de pacientes a distância.

O Recanto das Emas conta, ainda, com dois centros de saúde e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas que, desde sua inauguração em 2012, atendeu 165 mil pacientes.

Fonte:

Deixe um comentário