Cine Brasília passa por evento teste antes de reinauguração

O Cine Brasília será reaberto quarta-feira (4) com a Mostra Cinematográfica do II Festival do Fundo de Apoio à Cultura (FESTFAC), que acontece até domingo (8) e servirá como teste para o 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro programado para a segunda quinzena de setembro.

“O Cine Brasília, referência histórica, arquitetônica e afetiva da cidade, será o cenário que acolherá o II FESTFAC para a alegria da sociedade e poder público. Estaremos devolvendo a Brasília esse espaço de inestimável valor para a cultura da cidade”, disse o secretário de Cultura, Hamilton Pereira.

As exibições, dos 10 filmes financiados pelo FAC, ocorrerão em sessão dupla, sempre às 19h e 20h, com convites gratuitos que podem ser retirados na bilheteria do Cine Brasília com uma hora de antecedência da sessão.

O premiado curta-metragem de ficção “Procura-se”, do diretor Iberê Carvalho, que abre a mostra, na quarta-feira (4), recebeu o prêmio de Melhor Filme Júri Infantil do Festival Prix-Jeunesse Iberoamericano, em 2011.

Na mesma noite, às 20 horas, o público poderá conferir o longa “Louco por cinema”, de André Luiz Oliveira, vencedor do Festival de Brasília em 1994, premiado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Diretor, Melhor Canção (Cláudio Vinícius) e Prêmio da Crítica.

O festival reúne também as produções “A arte de andar pelas ruas de Brasília”, da diretora Rafaela Camelo, o documentário “Rock Brasília”, de Vladimir Carvalho, “Bem Vigiado” e “Ratão”, de Santiago Dellape; “Cru”, de Jimi Figueiredo, “Subterrâneos”, de José Eduardo Belmonte, e “Deus”, de André Miranda.

O longa-metragem “Faroeste Caboclo”, dirigido por Renê Sampaio, encerra a mostra no domingo (8).

Espaço renovado – A restauração do Cine Brasília começou em 2011 e foi dividida em três etapas. Na primeira, houve a impermeabilização e a instalação de para-raios. Na segunda fase a troca de instalações elétricas, hidráulicas, mecânicas e de todo o sistema de ar-condicionado.

O espaço também foi adaptado com rampas, poltronas para obesos, lugares para cadeirantes e piso tátil para atender às exigências da Lei de Acessibilidade.

Fonte:

Deixe um comentário