Chipre confiscará 30% dos depósitos de seu maior banco

O confisco nos depósitos superiores a 100.000 euros no Bank of Cyprus, maior banco do Chipre, alcançará 30%, segundo o acordo concluído entre o governo do país e os credores europeus, anunciou nesta segunda-feira o porta-voz do governo cipriota, Christos Stylianidis, em entrevista à rádio estatal.

O Chipre concluiu na madrugada desta segunda-feira um acordo preliminar com os credores internacionais (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu) para evitar sua falência ou saída da zona do euro. Pelo acordo, o governo cipriota será responsável por levantar 5,8 bilhões de euros em troca de um resgate de 10 bilhões de euros.


Fontes da UE afirmaram que, segundo o acordo alcançado, o maior banco da ilha, o Banco do Chipre – onde está a maior parte dos depósitos russos, está a salvo da falência. Depósitos acima de 100.000 euros em ambos os bancos, que não são garantidos pela lei da UE, serão congelados e usados para solucionar as dívidas do Laiki Bank, a segunda maior instituição financeira do país, e recapitalizar o banco do Chipre por meio de uma conversão de depósitos/ações.


Fonte: Veja Online

Sites e Blogs

Deixe um comentário