Chico Buarque e Luiz Ruffato premiados em Cuba

Domingos sem Deus, de Ruffato, foi o melhor livro brasileiro inscrito no Prêmio Casa de Las Américas; Lecha Derramada, de Chico, venceu prêmio de narrativa
Foram anunciados na sexta-feira, dia 01, em Havana, os vencedores da 54.ª edição do Prêmio Casa de Las Américas. Chico Buarque ganhou o Prêmio de Narrativa José María Arguedas, criado em 2000 e que integra a premiação principal, pelo romance Leite Derramado, publicado em espanhol como Leche Derramada. Entre os vencedores deste prêmio estão ainda Ricardo Piglia (2011), Eduardo Galeano (2010) e Rubem Fonseca (2005).
O mineiro Luiz Ruffato venceu a categoria literatura brasileira do Casa de Las Américas. Seu romance Domingos Sem Deus, o quinto e último volume da série Inferno Provisório, que retrata o proletariado, desbancou outros 157 títulos editados aqui. Outorgado desde 1960, o tradicional prêmio recebeu nesta última edição inscrições da Argentina, Chile, Brasil, Colômbia, Cuba, México, Bolívia, entre outros países
Fonte: Estadão
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário