Centrão confirma apoio total a Temer na aprovação do ajuste fiscal

Rogério Rosso
Rosso afirma que o Centrão representa mais de 250 parlamentares comprometidos em aprova o ajuste. Foto: Reprodução/internet

Líderes de partidos que compõem o bloco na Câmara dos Deputados chamado Centrão se reuniram hoje (14) com o presidente Michel Temer para reafirmar apoio “absoluto” a ele e dizer que estão unidos no objetivo de aprovar matérias do governo que propõem um ajuste fiscal.

A prioridade do presidente é aprovar ainda este ano a proposta de emenda à Constituição, que estipula um limite para os gastos públicos, e ver votada, pelo menos na Câmara, a reforma da previdência, que ainda não foi enviada ao Congresso Nacional.

A Temer, as lideranças das siglas PMDB, PP, PR, PSD, PRB, PTB e SD apresentaram um documento no qual se dizem “conscientes” do papel dos deputados para que haja um “amplo debate e aprovação” de matérias “fundamentais” para que o Brasil seja reinserido no “rol das nações competitivas e desenvolvidas”. De acordo com a declaração, os partidos têm “convicção” de que o país precisa de uma nova ordem “tributária, fiscal, previdenciária, política e econômica”.

De acordo com Rogério Rosso (DF), líder do PSD, os partidos representam mais de 250 parlamentares que se comprometem com a aprovação do ajuste fiscal. Frisando a prioridade na chamada PEC 241, o líder do PP, Aguinaldo Ribeiro (PB), fez um apelo ao “senso de responsabilidade” dos deputados.

 

} else {

Fonte:

Deixe um comentário