CBF propõe punição para clubes que não quitarem dívida

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou, em audiência pública na Comissão de Turismo e Desporto, uma proposta para equacionar a dívida dos clubes de futebol com a receita Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A proposta, que tem apoio dos clubes que disputam as séries A e B do Campeonato Brasileiro, tem como ponto de partida o Timemania, programa criado pelo governo federal para ajudar os clubes de futebol a quitar suas dívidas por meio de uma loteria específica.

Pela proposta, o Timemania passaria a reunir as dívidas individuais de cada clube (vencidas e as que estão a vencer) e o pagamento seria feito de forma mensal.

Punição
A novidade é o surgimento de punições esportivas para o clube que deixar de pagar. Pela proposta, o clube que não apresentar a certidão negativa de débito não poderá disputar as competições organizadas pela CBF.

Segundo o texto, durante as competições, os clubes que não apresentarem de forma continuada a certidão negativa perderão três pontos por rodada na competição que estiverem disputando.

O clube também perderá três pontos por rodada pelo não pagamento das folhas salariais até quitarem o débito.

A proposta foi apresentada pelo representante da CBF, Vilson Ribeiro de Andrade, que é presidente do Coritiba Futebol Clube.

Oficialmente, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional reconhece o montante de R$ 3,5 bilhões em dívidas tributárias dos clubes, mas a CBF afirma que o valor alcança R$ 4,8 bilhões.

Fonte:

Deixe um comentário