Caravana capacita produtores rurais do DF

Pelo 12º ano, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (EMATER-DF) selecionou 80 produtores rurais para visitar a 20ª Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas (Hortitec), considerada a maior feira de horticultura da América Latina.

“Peguei contatos de fornecedores de mudas, embalagens, vasos, bandejas, e adubo pra utilizar nas plantas”, contou à Agência Brasília a diretora administrativa de uma cooperativa de flores, Daiane Rauber Falqueto, ao destacar que os contatos servirão para os cooperados – 70% deles são agricultores familiares.

A Emater-DF levou também produtores das áreas de olericultura (cultivo de hortaliças) e processamento de alimentos à feira, realizada em Holambra, na região de Campinas-SP.

Um deles é Ivanildo Oliveira Barbosa, que planta hortaliças na região rural de Ceilândia e esteve no evento pela segunda vez.

“A primeira vez eu aproveitei bastante, mas não tinha um foco, vim só para conhecer. Dessa vez eu já vim direcionado”, destacou o agricultor, que procurou soluções para o controle biológico de pragas e tecnologia para enxertos de tomate e pimentão.

Para ele, a grande vantagem da Caravana da Emater-DF é também a proximidade e a integração do produtor com técnicos da empresa que “tem condições” de entender melhor as necessidades do setor.

Segundo o agrônomo Rodrigo Marques Batista, técnico do órgão e gerente do núcleo rural Rio Preto, é importante estabelecer contato com novas tecnologias, conhecer novidades do mercado e os preços dos produtos para ser capaz de apontar soluções para os agricultores que atende.

A caravana à Hortitec ocorreu entre os dias 19 e 21, e a próxima feira em Holambra está prevista para maio do ano que vem.

No ano passado, a feira movimentou R$75 milhões de reais em negócios, e este ano, apesar do balanço final ainda não ter sido divulgado, a expectativa é um volume de negócios superior a R$90 milhões de reais.

Fonte:

Deixe um comentário