Capoeirista brasileira ganha ouro no Azerbaijão

Moradora de São Sebastião, Mariangela Araújo Silva, 35 anos, ganhou ouro no 1º Campeonato Mundial de Capoeira, ocorrido no início do mês em Baku, no Azerbaijão, ao receber apoio do programa Compete Brasília, da Secretaria de Esporte.

“Quando me inscrevi estava decidida a trazer o ouro. Sabia que era a única mulher de Brasília, mas quando cheguei lá descobri que era a única brasileira na competição. A responsabilidade aumentou, mas não duvidei que traria o ouro”, enfatizou hoje a atleta à Agência Brasília.

Segundo Mari Jow, ela soube da competição e começou a correr atrás de patrocínio e de ajuda para bancar a passagem para o Azerbaijão, e nesse meio tempo, descobriu o programa Compete Brasília, da Secretaria de Esporte.

“No Brasil existem ótimos capoeiristas. É uma pena que muitos deles não tiveram o apoio para fazer essa viagem. Isso acontece porque a capoeira não é um esporte olímpico e é por isso que nossos governantes deveriam lutar a partir de agora”, destacou a campeã mundial, integrante do grupo Sucessão Cultural Gingado Mestre Pablo.

Para a atleta, a inclusão da capoeira nas Olimpíadas aumentará de forma considerável o investimento no esporte e a quantidade de competições dentro do Brasil e também no resto do mundo.

Mari Jow derrotou duas ucranianas e uma turca.

Já no masculino, os quatro primeiros lugares foram de brasileiros e o primeiro deles do contra-mestre Juninho.

FUTURO – Além de continuar os treinos e a preparação para novas competições , Mari Jow quer finalizar um projeto para dar aulas de capoeira apenas para mulheres e voltar a ensinar crianças.

Fonte:

Deixe um comentário