Candidato brasileiro a dirigir OMC tem sua chance diminuída

O candidato brasileiro a dirigir a Organização Mundial do Comércio (OMC), embaixador Roberto Azevedo, teve suas chances diminuídas. Com isso, o país teme que o desempenho de Azevedo deixe a desejar por causa da política comercial do Brasil, considerada protecionista de mais. 
Fonte: Jornal da Manhã – Jovem Pan SP

Ao pé do rádio.

Deixe um comentário